sexta-feira, 28 de agosto de 2009

* TODOS CONTRA O CARAMUJO AFRICANO.




A central de endemias da Secretaria Municipal de Saúde de São Gonçalo do Amarante divulgou um levantamento que mostra o trabalho das equipes no combate ao caramujo africano nas comunidades do município. O relatório aponta as sete comunidades onde a atuação foi mais intensa em virtude do nível de infestação. De janeiro a junho de 2009 foram capturados 67.137 caramujos, sendo 2.888 no Gancho de Igapó, 2.845 no Centro de São Gonçalo, 1.537 no Santa Terezinha, 741 em Regomoleiro, 623 no Golandim e 292 em Guajiru. A comunidade de Santo Antônio do Potengi foi a que apresentou maior quantidade de caramujos, totalizando 58.211 e respondendo por 87% do total. O responsável pela central de endemias disse que a coleta do molusco é realizada de acordo com a solicitação dos moradores. “É importante que a população informe os locais infestados pelo caramujo para que nossas equipes possam fazer a coleta e o combate de forma adequada”, enfatizou.
Saiba um pouco mais sobre este molusco no Brasil; - O molusco foi introduzido no Brasil como uma versão do “escargot”, mas depois descobriu-se que a espécie não é comestível e pode transmitir doenças. O caramujo tem hábitos terrestres e pode atingir 15 centímetros de cumprimento, oito de largura e pesar cerca de 200 gramas. O animal se reproduz de forma rápida. Cada um chega a colocar 200 ovos por mês.
É ENCRIVEL COMO ESTE MOLUSCO SE PROPAGA, VAMOS FICAR DE OLHO!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário